Home / Cidades do Brasil / Tijucas do Sul

Tijucas do Sul

Tijucas do Sul teve sua origem nas décadas que sucederam ao descobrimento do Brasil. A região serviu como ponto de ligação direta entre Curitiba e São Francisco do Sul – com o chamado Caminho dos Ambrósios. No século XIX, o município foi palco da Revolução Federalista de 1893, considerada a guerra civil mais violenta do Brasil. Os combates na Vila de Tijucas do Sul duraram cerca de oito dias e, juntamente com a resistência da cidade da Lapa, deu-se a vitória dos legalistas e a consolidação da República recém-instalada.

A denominação do município foi dada em virtude da existência de lamaceiros no local, formados pelo barro preto, que os indígenas locais chamavam de tijuca. Com cerca de 16 mil habitantes, segundo o IBGE, a economia baseia-se na agropecuária com destaque para a produção de milho, batata inglesa, soja, feijão, agricultura orgânica e erva mate.

A grande beleza da região com as nascentes do Rio Negro e do Rio da Várzea, a existência de diversas cachoeiras, serras, vales e represas, o clima e a paisagem subtropical favorecem o turismo rural e ecológico.

Para ter contato com a natureza e aproveitar as atividades ao ar livre, no município há pesque pagues, propriedades particulares com churrasqueiras, trilhas entre a floresta nativa, piscinas, cachoeiras e rios para se refrescar. Ainda há hotéis com lindos cenários, perfeitos para descansar e aproveitar a companhia da família e dos amigos.

  • EVENTOS
    Além da Feira de Rua, muito apreciada pelos tijuquenses, outro evento especial é o Festival de Música Sertaneja e Popular de Tijucas do Sul, que acontece sempre no segundo semestre do ano e conta com a participação de cantores amadores.​​​​​​
  • TURISMO RURAL
    Atualmente existem quatro roteiros de Caminhadas da Natureza em Tijucas do Sul: Circuito Cachoeiras do Saltinho, Circuito Orgânicos da Serra, Caminho dos Ambrósios e Circuito do Cogumelo Champignon. As caminhadas proporcionam aos visitantes a oportunidade de conhecer as belezas cênicas, estar em contato com a comunidade rural, suas atividades e de adquirir produtos e artesanatos da cidade.
  • ARTISTA
    Tijucas do Sul foi escolhido pelo artista plástico, Sergius Erdelyi, de origem austríaca, para ser o local de sua residência. Este, passou a morar no município em meados dos anos 1970, onde deixou um legado com mais de 4.000 obras catalogadas e registradas. Várias delas estão distribuídas em igrejas, capelas, locais públicos e museu. Seus vitrais com temas religiosos têm beleza e estilo único, que podem ser encontrados na Capela Santo Antônio na Lagoa, na Capela São Francisco e na Igreja Nossa Senhora das Dores, onde existem 43 vitrais.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Igreja de Nossa Senhora das Dores
Construída por volta da década de 60, em estilo basilical, a igreja possui em seu interior a valiosa coleção de mosaicos em forma de vitrais, as quais retratam a vida de Nossa Senhora e a iconografia religiosa, numa obra do pintor Sergius Erdelyi.

# 2 Saltinho
Às margens do Rio da Várzea, o Saltinho possui fácil acesso pela BR-376. O local entre as matas nativas, flores, quedas d’água, piscinas naturais, formam uma beleza única e grandiosa. Além da atração principal, a queda d’água de aproximadamente 18 metros de altura, há ainda restaurante, camping, churrasqueiras, Museu de Arte Sergius Ederlyi e muito mais. São cenários incríveis para deixar registrado na memória.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Localizada a 67 km de Curitiba, os principais acessos a cidade são pelas rodovias BR-376 e BR-116.

De Ônibus:
nd

De Avião:
nd

■ MAPA DA REGIÃO

About 43796419

Check Also

São Gabriel da Cachoeira

São Gabriel da Cachoeira está a 853 km de Manaus. Privilegiada pela exuberante natureza em …